Quem realiza

A Produtora!

 

A Caolha Filmes é uma produtora audiovisual com foco em produção de animações e conteúdos destinados ao público infantil e infanto-juvenil. Desde 2017, realiza anualmente o “Lanterna Mágica – Festival Internacional de Animação”, que tem como objetivo aproximar o mercado de animação nacional e internacional ao estado de Goiás. Em 2018, a empresa lançou seu terceiro curta-metragem e trabalha em novos projetos de curtas, longas e séries que se encontram em fase de produção ou desenvolvimento.

Caolha Filmes.
Múltiplos Olhares.

 

Diretores do Festival

 

Camila Nunes

Camila Nunes é formada em Cinema e Audiovisual pela Universidade Estadual de Goiás, e sócia da produtora Dois4Dois Filmes, na Bahia. Começou a fazer produção aos 17 anos na faculdade e desde então trabalhou como diretora de produção em alguns filmes, como o curta “Lápis sem cor”, do diretor Iuri Moreno, o curta “Latossolo”, do diretor Michel Santos e o longa-metragem, em finalização, “Hotel Mundial”, de Jarleo Barbosa. Em festivais trabalhou na produção do Cinema na Calçada, da Panaceia Filmes,  do Perro Loco – Festival de Cinema Universitário Latino Americano, da I BIS – Bienal Internacional do Cinema Sonoro, produzida pela F64 Filmes e do III Fronteira Festival, da Barroca Filmes.

 

Iuri Moreno

Sócio da produtora Caolha Filmes, onde atua como diretor e roteirista de animações e conteúdos voltados ao público infantil e infanto-juvenil. Atualmente lança seu terceiro curta-metragem, “O Malabarista”, e é um dos diretores do Lanterna Mágica – Festival Internacional de Animação, além de dirigir outros projetos de curtas, longas e séries que se encontram em fase de desenvolvimento. É graduado em Fotografia e Imagem pela Faculdade Cambury, pós-graduado em Cinema e Audiovisual pela UEG e concluiu diversos outros cursos de curta duração que complementam seu trabalho, como os de roteiro e produção executiva oferecidos pela EICTV em Cuba.

 

Lara Morena

Graduada em Artes Cênicas pela UFG em 2009 e formada no Taller de Produção Executiva pela EICTV (Cuba), Lara iniciou suas atividades como produtora cultural no ano de 2005, onde liderou a presidência do Ponto de Cultura Criméia, projeto que alavancou a realização do Festival Juriti de Música e Poesia Encenada, do qual é diretora junto com Ricardo Edilberto.  Entre os anos de 2012 e 2015 se destacou na produção de festivais de música integrando-se à Fósforo Cultural,  produtora responsável pelos Festivais Vaca Amarela, Grito Rock e La Bomba Latina. Em 2015 integrou-se também à Caolha Filmes, onde pôde focar sua carreira na área audiovisual como produtora executiva, e desde então trabalhou nesta função para o curta “Lápis Sem Cor” de Iuri Moreno, e está em fase de produção do curta documental “Novos Goianos” de Isaac Brum e da Série Documental “Contradição” de Leo Pinheiro e Hugo Brandão.